O que causa a Insônia? Veja possíveis tratamentos!

Falta de sono é a dificuldade de começar ou preservar o sono ou também a apreensão de um sono não reparador, com prejuízo na exercício civil e/ou profissional. Por causa de ao grande algarismo de indivíduos atingidas e às suas repercussões, a falta de sono torna-se um dificuldade de saúde pública. Na maior parte das vezes a falta de sono está relacionada a uma diminuição da porção de horas necessárias para um sono aceitável.

Sabemos que não há somente um forma de falta de sono porém diversos tipos de “insônias”. Elas frequentemente decorrem da ação de vários elementos como aptidão genética, elementos físicos, biológicos, mentais, psicológicos e sociais. São capazes de ser agravadas por mais distúrbios do sono como SAHOS (Síndrome da Apnéia Hipopnéia Obstrutiva do Sono), Síndrome das Pernas Inquietas e Parassonias.
Similarmente são capazes de ser formadas ou agravadas por outras condições como Stress, Transtorno da Impaciência, Fibromialgia, Dor Crônica, Distúrbios Metabólicos Hormonais (tendo como exemplo, doenças da tireóide), algumas remédios e substâncias (estimulantes, benzodiazepínicos, bebidas alcóolicas). Em algumas situações a falta de sono é primária. Vários pacientes com Falta de sono Idiopática (sem pleito ostensível) relatam dificuldade para dormir de início também na infância.

Causas da Insônia

 

Na maior parte dos casos a falta de sono é do forma psicofisiológica, na qual estão abrangidos elementos predisponentes, como um nível crescido de acautelado e vigilância, inclusive ao longo a noite; elementos desencadeantes como oscilação de trabalho, redução de coisa admirado, situações familiares e pessoais de agitação, etc; e elementos perpetuadores como a preservação de práticas inadequados em correlação ao sono (horário anormal de ir deitar, ficar assisistindo TELEVISÃO ou utilizar computador e telefone celular até tarde da noite). Há similarmente a falta de sono paradoxal, que consiste em uma má apreensão do estado de sono, isto é, a indivíduo queixa-se de dormir pouco, porém a polissonografia não constata anormalidades. Qualidades e Sinais A grande maior parte dos casos de falta de sono pode ser caracterizada como falta de sono exordial que se caracteriza pelo crescimento da latência do sono, isto é, crescimento do tempo que o pessoa atraso para começar o sono. Similarmente é bastante freqüente a falta de sono de preservação no qual acontece o crescimento dos despertares ao longo a noite.

A falta de sono derradeiro é um tanto pouco comum e se caracteriza pelo acordar prematuro, no momento em que o pessoa acorda bastante antes do horário que desejaria, porém não pode voltar a dormir. Alguns pacientes com falta de sono queixam-se na verdade da qualidade de seu sono, isto é, inclusive dormindo uma porção de horas considerada satisfatória, esses cidadãos abrange a percepção de que o sono não foi reparador. A porção ideal de horas de sono é uma qualidade característico. A maior parte das indivíduos sente-se satisfeita depois de por volta de 7 a 8 horas de sono, no entanto o que define se a indivíduo dormiu satisfatoriamente é o estado no qual ela se encontra no dia posterior.

http://guilhermesilveira.com.br/

Sintomas

Frequentemente os pacientes com falta de sono apresentam-se cansados, mal-humorados, sonolentos ou com percepção de “atordoamento”. Vários, inclusive sonolentos, não podem dormir ao longo o dia. Conseqüências da Falta de sono Crônica não fraude A falta de sono crônica pode acabar em distúrbios da memória e concentração, impaciência, stress, bílis, afecção de aborrecimento citado, baixo capacidade profissional, prejuízo do banquete civil e crescimento do perigo de acidentes com veículos automotores. Tratamento Nem sequer todo o paciente com aborrecimento de falta de sono deverá mudar por um exame de polissonografia, no entanto a falta de sono pode ser um sinal de outro transtorno. Tendo como exemplo, alguns pacientes com apnéia do sono ou com narcolepsia são capazes de aclarar seus despertares freqüentes como falta de sono no momento em que na realidade fazem parte de outro dificuldade. Na correta acepção da aborrecimento de falta de sono são essenciais a história clínica e o exame físico detalhados, buscando abrir correlação da falta de sono com mais achados clínicos para alcançar ao reconhecimento do dificuldade.

 

Tratamentos

Caso exista suspeita de um transtorno antecedente do sono pode ser solicitada polissonografia no qual serão monitorizados os bases do sono, porção de horas dormidas, eficiência do sono e se há qualquer pleito que rápido o paciente a acordar ao longo a noite. É recomendado també o uso do Rivotram funciona para insônia, ansiedade ou depressão. Uma vez acertado o reconhecimento há diversas opções de tratamento, seja curativo, seja por intermédio de terapias cognitivo-comportamentais, sendo básico o orientação médico apropriado. No alusivo ao remédios nos dias de hoje dá-se preferência aos remédios que não provocam submissão e poderiam ser reduzidos ou retirados adiante.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *